Archive for the ‘Sem categoria’ Category

Matéria Bradesco Universitários

Afinal, por que tantos se tornam vegetarianos? 

O vegetarianismo veio para ficar, e um número crescente de pessoas está aderindo à dieta à base de proteínas vegetais. Porém, ao optar por uma alimentação sem carne é preciso se informar e aprender a se alimentar. 

Por Camila Passetti

A preocupação com a própria saúde e com os animais, principalmente, tem levado inúmeras pessoas, no mundo todo, a optar por uma dieta à base de proteínas vegetais, sem carne. Porém, ao cortar a proteína de origem animal, alguns cuidados devem ser tomados para manter o corpo bem nutrido.

”No reino vegetal, existem todos os nutrientes necessários para se ter uma correta nutrição. O único nutriente que o corpo necessita e que não é encontrado em alimentos do reino vegetal é a Vitamina B12, sendo aconselhável uma suplementação para vegetarianos que não façam consumo regular de ovos, leite e derivados”, alerta a nutricionista Mariana Marchetti.

Mariana é vegetariana estrita desde os 13 anos de idade, ou seja, não consome nenhum alimento de origem animal. Assim como muitos vegetarianos, ela conta que resolveu adotar este estilo de vida quando se informou sobre a origem dos alimentos e sua ligação com questões como o maltrato de animais, o meio-ambiente, a saúde e as políticas evolvidas no assunto.

Segundo ela, para optar por uma dieta sem consumo de proteínas aninais deve-se ter o cuidado de se informar a respeito dos nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo. Para isso, vale procurar um nutricionista especializado.

”O grande erro de muitos vegetarianos é apenas deixar de consumir certos alimentos e não ter o cuidado de se informar a respeito da correta substituição”, diz.

Mas mesmo para aqueles que ”não conseguem” viver sem carne. Algumas atitudes podem contribuir para uma alimentação mais saudável. É o caso do consumo dos alimentos orgânicos, sem agrotóxicos.

Apesar de essas frutas, verduras e legumes ainda serem um pouco mais caros, ao substituí-los por parte da compra em alimentos normalmente com preços altos, como carnes e diversos produtos industrializados, consumidos em larga escala na atualidade, a conta, no total, sai até mais barata. 

Entenda um pouco mais 

Mariana explica: ”Vegetarianas, em geral, são as pessoas que não consomem nenhum tipo de carne. Mas os vegetarianos se dividem em quatro principais grupos”:

– Ovo-lacto-vegetarianos: Quem não consome nenhum tipo de carne, mas consome ovos, leite e derivados.

-Ovo-vegetarianos: Quem não consome nenhum tipo de carne, leite e derivados, mas consome ovos.

– Lacto-vegetarianos: Quem quem não consome nenhum tipo de carne, ovos, mas consome leite e derivados.

– Vegetarianos estritos ou veganos: Quem não consome nenhum alimento de origem animal, como carnes em geral, ovos, leite e derivados, mel e nenhum outro alimento que leve alguma substância de origem animal em sua composição.

 Saúde

Alguns estudos apontam que os vegetarianos apresentam menor risco de doença cardiovascular, menor risco de adquirir alguns tipos de câncer, menor chance de apresentar pedras na vesícula, insuficiência renal, diabetes, obesidade, osteoporose, além de apresentar menor pressão arterial, ter um menor consumo de colesterol e gordura saturada e um maior consumo de fibras, vitaminas e minerais.

É o caso de uma pesquisa realizada pela Universidade de Harvard, divulgada em março desse ano, que apontou um aumento significativo do risco de câncer e doenças do coração para quem consome carne vermelha em excesso.

Mas não se esqueça: para usufruir de todas as vantagens de uma alimentação vegetariana é preciso fazê-la corretamente. ”Ao se adotar uma dieta vegetariana deve-se ter o cuidado de se informar a respeito de nutrientes como cálcio, ferro, zinco, proteínas, ômega 3 e vitamina B12, principalmente. A adequação nutricional na dieta vegetariana, mesmo na mais radical, é simples, basta informação”, a nutricionista dá a dica.