Entrevista IG

Bebês e crianças pequenas vegetarianas devem, além da alimentação equilibrada, tomar suplementos de vitamina B12? Mesmo os que ingerem ovos?

– É necessário avaliar cada caso individualmente. Depende da quantidade de ovos e leite que consomem e depende de quanto de b12 acabam consumindo via alimentos industrializados enriquecidos, que hoje em dia são muitos, como fórmulas lácteas ou fórmulas de soja, cereais, bolachas, etc.

Por isso, é muito importante os pais levarem a criança a um nutricionista especializado, para poder balancear o cardápio nos mínimos detalhes.
Papinhas de criança… Como a mãe pode substituir os alimentos de
forma adequada?

– Para crianças ovo-lacto-vegetarianas (as que não consomem carnes, mas consomem ovos, leite e derivados) o principal é se atentar à questão do ferro. O ferro vegetal é mais influenciado durante seu processo de absorção e requer cuidados especiais. Sempre ter na refeição feijão e verduras verde-escuras (escarola, rúcula, brócolis, couve). Para o ferro vegetal ser bem utilizado é essencial a ingestão de uma fonte de vitamina C junto com a refeição, como limão, laranja, goiaba, abacaxi, acerola, etc.

Nunca tomar mamadeira logo após o almoço ou algum alimento que contenha leite, não consumir também chá ou café próximo à refeição. Todos reduzem muito a absorção do ferro.

Crianças que seguem uma dieta vegetariana estrita (as que não consomem nenhum alimento de origem animal) devem se atentar à quantidade de proteína ingerida, ao ferro, cálcio e à vitamina B12, principalmente.

Quanto à proteína, se a criança não ingere ovo, é essencial o consumo de arroz integral e feijão (pode variar com outra leguminosa, como lentilha, grão de bico, feijão branco e soja) em todas as refeições. Mas a quantidade necessária vai variar de criança para criança.

Quanto ao ferro, os cuidados são os mesmos de uma criança ovo-lacto-vegetariana.

Sobre o cálcio, é fundamental enfatizar o uso de alimentos fonte, como couve, brócolis, feijão branco, gergelim torrado, frutas secas, castanhas, tofu e melado de cana.

Muitas crianças costumam tomar fórmulas de extrato de soja enriquecidas com diversas vitaminas e minerais, inclusive o cálcio, o que ajuda a alcançar a quantidade de cálcio recomendada por dia.

Em geral, para crianças ovo-lacto-vegetarianas ou vegetarianas estritas, é muito importante sempre consumir alimentos integrais, consumir sempre lguminosas, variar bem as cores das frutas, verduras e legumes, mas nunca se esquecendo do verde-escuro e de fontes de vitamina C.

– Diversas pesquisas já demonstraram que o consumo de carne está
associado a uma incidência maior de diversos tipos de câncer e de
doenças cardiovasculares. Há estudos de longo prazo focados no desenvolvimento de indivíduos que  seguiram uma alimentação vegetariana desde cedo?

Não conheço nenhum estudo que acompanhou durante todo esse tempo.

– Qual é o equívoco mais comum que pais vegetarianos cometem em
relação à alimentação dos filhos? (Recentemente um casal
vegetariano foi acusado de homicídio na  França por ter deixado uma criança morrer de desnutrição http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/03/vegans-franceses-sao-acusados-de- homicidio-apos-morte-de-filha-por-desnutricao.html . Qual foi o principal erro, neste caso?)


Neste caso lamentável está claro que o erro foi a desinformação. Eram ignorantes sobre os riscos de se privar de certos nutrientes.

Mas um caso isolado desse poderia acontecer também com uma família não vegetariana, tem muita gente desinformada por aí.

Uma dieta vegetariana bem planejada é completamente segura em todas as fases da vida. Cabe aos pais se informarem sobre o assunto e procurarem um profissional especializado, para substituir alimentos e fornecer todos os nutrientes necessários para se ter uma boa saúde, não apenas excluir certos alimentos.

O principal equívoco então, de alguns pais vegetarianos é não procurar orientação profissional.

Os principais nutrientes que devem ser bem balanceados são minerais como o ferro, cálcio, zinco, gorduras do tipo ômega 3 e  vitamina B12.

Ser vegetariano é bem simples, basta informação.
– Mesmo que nunca tenha colocado nenhuma proteína animal na boca
após o desmame, a criança pode sentir vontade de comer carne ou
ovos, por exemplo? Neste  caso, como os pais vegetarianos devem agir?

– Sim, podem sentir vontade. Mas isso acaba vindo da curiosidade quando começam a ter uma “social mais ativa”. Isso é totalmente comum. Apesar que existem muitos adultos que nunca comeram carne e nunca tiveram vontade.

Como agir é uma questão bem pessoal, cada um tem seu modo de ver as coisas. No meu ver, acho que os pais vegetarianos devem passar o que acham certo para os seus filhos, pondo na rotina essa realidade até chegar a idade em que as crianças consigam ter discernimento, opinião sobre o assunto.

Por exemplo, existem pais que são contra o consumo de refrigerantes e nunca têm em casa. Quando saem e os filhos pequenos vêem o refrigerante, eles dizem que não, que não vão dar a eles, pois não acham certo tomar. Porém, quando o filho cresce mais um pouco e começa a ter o seu meio social, escola, passeios, amigos, etc; acho que não dá mais para os pais controlarem tanto. E se reprimir, proibir de consumir o refrigerante, a criança vai acabar querendo de qualquer jeito, mais e mais. Não sei se fui clara, mas com a carne é quase a mesma coisa. Passamos o que achamos certo aos nossos filhos, mas chega uma fase em que temos que soltá-los, deixar escolherem, terem a sua escolha pessoal.

 

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by leandro ernesto on 21 de Julho de 2011 at 20:37

    A criança deve sempre ser amamentada no minimo por um ano, sendo que somente após os seis meses deve-se incluir outros alimentos inclusive água. Quem deve se alimentar muito bem neste período é a mãe,seja ela onívora ou vegetariana estrita (que não consome nenhum produto de origem animal). Cozinhar alimentos em panela de ferro, usar suplemento de B-12 e ingerir muito produto que contenha grande quantidade de cálcio, isoladamente dos que contenham ferro . Podem ser ingeridos no período da manhã, tendo-se o cuidado de tomar sol por 20 ou mais minutos diariamente. Alimentar-se com muita variedade de frutas, legumes e cereais diariamente e em maior quantidade (no caso dos vegetarianos veganos). Não esquecer de visitar um bom médico pelo menos anualmente e fazer todos os exames de rotina. Vida longa e próspera!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: