A alimentação vegetariana pode ser realmente completa?

Entrevista para o site: http://meunutricionista.com.br

Quais são os tipos alimentação vegetariana?

Vegetarianas, em geral, são chamadas as pessoas que não consomem nenhum tipo de carne. Mas os vegetarianos se dividem em 4 principais grupos:

– Ovo-lacto-vegetarianos: Quem não consome nenhum tipo de carne, mas consome ovos,leite e derivados.

-Ovo-vegetarianos:  Quem não consome nenhum tipo de carne, leite e derivados mas consome ovos.

– Lacto-vegetarianos: Quem quem não consome nenhum tipo de carne, ovos, mas consome leite e derivados

– Vegetarianos estritos ou veganos: Quem não consome nenhum alimento de origem animal, como carnes em geral, ovos, leite e derivados, mel  e nenhum outro alimento que leve alguma substância de origem animal em sua composição.

Cite os diversos benefícios de se eliminar produtos de origem animal da alimentação.

Uma dieta vegetariana bem planejada faz muito bem à saúde. Os vegetarianos costumam ingerir mais fibras, mais vegetais, mais alimentos integrais, menos açúcar refinado menos gordura saturada, proteína em um valor mais perto da recomendação do que os onívoros, que na sua maioria têm um consumo exacerbado, o que é muito prejudicial. Lembrando que o excesso de proteína pode causar danos renais, prejudicar a retenção de cálcio pelo organismo, além de colaborar para o ganho de peso e obesidade.

Como conseqüência, os vegetarianos apresentam menor risco de adquirir diabetes, colesterol, obesidade, doença cardíaca, osteoporose e doenças renais.

Porém, é necessário lembrar que se a dieta vegetariana não for equilibrada, pode gerar deficiências nutricionais. Não basta apenas deixar de consumir certos alimentos, é essencial a informação de como substituí-los adequadamente.

E também, não é só a alimentação que determina uma boa saúde, mas também um sono adequado, prática de exercícios físicos e não fumar, consumir álcool ou outras drogas.

Concluindo, uma alimentação vegetariana equilibrada traz inúmeros benefícios para a saúde, além de ser totalmente segura.

Realmente dependemos da proteína animal?

Não, não necessitamos consumir alimentos de origem animal para conseguir uma proteína de alta qualidade. O que necessitamos é de ingerir aminoácidos essenciais, que juntos, vão formar uma proteína de alta qualidade. Alguns alimentos, como as carnes e o ovo, já apresentam todos os aminoácidos essenciais em sua composição, porém, no reino vegetal também encontramos todos os aminoácidos, basta combinar os alimentos ao longo do dia.

Por exemplo, As leguminosas contêm de 10 a 30 por cento de proteínas e são consideradas as fontes mais ricas de proteínas vegetais, porém elas são pobres em metionina, um aminoácido essencial. Já os cereais, apresentam menos proteína, por volta de 6 a 15 por cento e são deficientes em lisina, também um aminoácido essencial. Porém, para garantir a ingestão adequada de lisina, basta planejar a dieta usando mais feijões e produtos de soja, em vez de escolher outras fontes de proteínas que não sejam ricas em lisina.

Portanto, a ingestão de leguminosas (feijão, soja, ervilha, etc.) e cereais (arroz, trigo, milho, etc.), apresenta a combinação adequada de aminoácidos, pois os alimentos se complementam entre si, chegando essa combinação a ter o mesmo valor protéico que as proteínas de origem animal.

Quais proteínas de origem vegetal devemos consumir?

Os vegetarianos devem ter uma alimentação bem diversificada ao longo do dia, enfatizando o consumo de cereais, leguminosas e castanhas.

No caso de ovo-lacto-vegetarianos, têm como opção protéica o ovo, leite e derivados.

Alimentação mais saudável também melhora a disposição e a qualidade de vida. Quais outros benefícios?

Aumenta a auto-estima, diminui ocorrências de depressão. Ter saúde é a melhor sensação que se pode sentir.

Além do que, ser vegetariano não tem conseqüência só para a nossa saúde, mas envolve questões ambientais e éticas também.

Alimentação vegetariana promove saúde e previne doenças. Quais?

Uma dieta vegetariana bem equilibrada reduz o risco de adquirir diabetes, colesterol, obesidade, doença cardíaca, osteoporose e doenças renais.

Como ser um vegetariano com saúde, sem carências nutricionais?

– É necessário ter orientação de um nutricionista especializado, que vai instruir sobre a dieta vegetariana e balancear um cardápio individualizado, garantindo que o vegetariano ingira todos os nutrientes necessários para se ter uma boa saúde.

Na internet encontramos bastante informação sobre nutrição vegetariana também. É necessário sempre estar lendo, se informando, e pondo em prática seus conhecimentos.

Ser vegetariano é simples, basta informação.

Fale sobre o papel do ferro para nossa saúde e como consumir adequadamente.

– O ferro é um mineral essencial para o nosso organismo, sendo utilizado principalmente para sintetizar hemoglobina, que é responsável pelo transporte de oxigênio para os pulmões e todas as células do nosso organismo.

Os vegetarianos consomem apenas o ferro não-heme, que é o ferro de origem vegetal. O ferro não-heme é mais sensível do que o ferro heme, sendo bastante influenciado durante seu processo de absorção.

O consumo de cálcio, chá, café, cacau, e fitato, próximo à refeição com ferro, diminui consideravelmente a absorção do ferro.

Uma maneira de reduzir a quantidade de fitato dos alimentos, aumentando a absorção do ferro é deixar de molho ou brotar os feijões, cereais e sementes. Deixar o pão fermentar também contribuiu.

E para aumentar a absorção de ferro, é necessário o consumo de uma fonte de vitamina C, junto à refeição com ferro.

Devido ao ferro ser bastante influenciado durante seu processo de absorção as pessoas que seguem alguma dieta vegetariana devem saber da necessidade de aumentar sua ingestão de alimentos ricos em ferro, já que podem apresentar deficiência. Além de terem um aconselhamento dietético para garantir uma boa absorção do ferro.

Os vegetarianos podem garantir sua ingestão adequada de ferro enfatizando o uso de alguns alimentos como o melado de cana, gergelim, feijão de soja cozido, tofu, grão de bico, verduras verde-escuras, sementes de girassol, lentilha, feijões no geral, quinua, açaí e frutas secas, além de enfatizar o uso de alimentos integrais.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: