Vitamina B12

Foi sobre a vitamina B12 que surgiram muitos mitos quanto ao vegetarianismo, pois vegetarianos estritos começaram a apresentar problemas por não saberem que a sua dieta não fornecia a quantidade necessária da vitamina e então a população começou a acreditar que ser vegetariano não era saudável (SINGER, 2007).

Pois a vitamina B12 é o principal nutriente a ser considerado em uma dieta vegetariana, sendo o único que é encontrado apenas em alimentos de origem animal em quantidades significativas. E sendo os vegetarianos estritos pessoas que não consomem nada de origem animal, estes estão sujeitos a deficiência de vitamina B12 caso esta não seja suplementada.

As fontes de Vitamina B12 são as carnes, peixe, ovos, produtos lácteos e o fígado de animais, que é aonde se encontram 50 por cento dos estoques corporais da mesma.Essas fontes  adquirem a vitamina indiretamente das bactérias, sendo portanto as únicas fontes naturais da vitamina (COZZOLINO, 2007; JOHNSTON, 2003; AMERICAN DIETETIC ASSOCIATION, 2003).

Portanto, os vegetarianos estritos não ingerem a vitamina, exceto via alimentos industrializados fortificados com vitamina B12 ou suplementos alimentares (COZZOLINO, 2007).

Existem alimentos que apresentam compostos muitos parecidos com a vitamina B12 e que podem ser dosado como se fossem a B12 verdadeira. No entanto, esses compostos não realizam a mesma função da vitamina B12 verdadeira. Chamados esses de falsos composto de “análogos da B12”.

Os análogos da B12 podem ser encontrados em alimentos fermentados, que incluem o Missô, shoyo, tempeh, pães fermentados biologicamente, entre outros. Os fermentos e a levedura de cerveja não contêm vitamina B12, somente apresentam se forem enriquecidos industrialmente.

Estes análogos também podem ser encontrados em algas, que por interagirem com bactérias, ou por utilizarem a B12 para seu crescimento, podem apresentar vitamina B12. Como a chlorella, wakame, kombu, nori e espirulina. Mas não podem ser consideradas fontes confiáveis de vitamina B12, pois essa vitamina B12 não vai realizar o papel da verdadeira B12 em seres humanos, por estarem na forma análoga, ou também chamada de forma corrinóide (SLYWITCH, 2006).

Não há meios seguros de um adepto da dieta vegetariana estrita consumir a vitamina B12 via alimentos e os adeptos da dieta ovo-lacto vegetariana, ovo-vegetariana ou lacto-vegetariana costumam alcançar os valores ou ultrapassá-los se tiverem um consumo regular de alimentos de origem animal.

Adultos que seguem uma dieta vegetariana estrita podem basear sua suplementação de vitamina B12 de acordo com resultados de seus exames laboratoriais, mas é de maior confiabilidade ter uma suplementação regular, sendo esta por injeção uma vez por ano, comprimidos semanais ou diários ou via alimentos fortificados com a vitamina . Já as gestantes, mulheres amamentando e crianças vegetarianas devem tomar suplementos de B12 independente do tipo de dieta vegetariana adotada (SLYWITCH, 2006; SLYWITCH, COUCEIRO e LENZ, 2008).

Para se ter uma eficiente absorção da vitamina B12 é recomendado ingerir pequenas quantidades por vez, ao longo do dia. Isso pode ser alcançado quando se usa alimentos industrializados fortificados.

Quando se ingere 500 microgramas de vitamina B12 ou mais, apenas 1 por cento será absorvido, enquanto se for ingerido 5 microgramas, a sua absorção vai ser de 60 por cento (AMERICAN DIETETIC ASSOCIATION, 2003).

Outros autores defendem que se deve ter cuidado ao utilizar alimentos industrializados fortificados com vitamina B12, pois muitos desses produtos apresentam nos rótulos os valores dos análogos não ativos em vez da forma ativa da vitamina, que é a cobalamina. E adeptos que confiam na espirulina como fonte de B12 podem apresentar mais rapidamente uma deficiência em B12, visto que alguns dos análogos presentes nela, na verdade acabam bloqueando o metabolismo da vitamina (JOHNSTON, 2003).

A necessidade de vitamina B12 é bem pequena, apenas 2,4 microgramas por dia, só aumentando para 2,6 microgramas por dia em gestantes e 2,8 microgramas para lactantes. E a vitamina é armazenada e reciclada no corpo, por este motivo é comum que os sintomas da falta de B12 levem anos para aparecerem. Além do que um organismo que recebe pouca vitamina B12 acaba sofrendo uma adaptação tornando-se mais efetiva a reabsorção biliar.

Mas quando o corpo envelhece a absorção de vitamina B12 se torna menos eficiente, sendo assim os suplementos recomendados para todos os vegetarianos ou não vegetarianos que apresentam mais de 50 anos de idade, pois de 10 a 30 por cento deles apresentam dificuldade de extrair a vitamina do alimento (AMERICAN DIETETIC ASSOCIATION, 2003; MEIRELLES, VEIGA e SOARES, 2001).

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by VANESSA on 15 de Julho de 2012 at 2:51

    BOM MEU FILHO É VEGETARIANO DESDE A GESTAÇÃO, ELE TEM 3 ANOS E SEU PEDIATRA NÃO INDICA A SUPLEMENTAÇÃO DE NENHUMA VITAMINA. SERÁ QUE POSSO SUPLEMENTAR POR CONTA?

    SEMPRE FAÇO EXAMES DE SANGUE, E GRAÇAS A DEUS SEMPRE DÁ TUDO NORMAL.

    VANESSA

    Responder

  2. Bom dia Mariana. Ouvi dizer que a “Ora Pro Nobis” contém os níveis necessários de vitamina B12. Isso é verdade?

    Grande Abraço;

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: